quinta-feira, 30 de março de 2017

"A MATERNA CASA DA POESIA" NA COVILHÃ



O meu recente livro, "A Materna Casa da Poesia. Sobre Eugénio de Andrade", é apresentado amanhã, dia 31 de Março, pelas 18.30, no Salão Nobre da Câmara da Covilhã, numa iniciativa do Município. À semelhança das sessões realizadas em Paris, Fundão, Castelo Branco, Lisboa e Santarém, a sessão da Covilhã será também uma celebração da poesia de Eugénio de Andrade através de leituras paralelas de textos e poemas do autor de "As Mãos e os Frutos", a cargo de Graça Sardinha e Adelino Pereira. "A Materna Casa da Poesia" é um ensaio sobre o sentido da presença da Beira na poesia de Eugénio de Andrade e sobre a relação da sua arte poética com os territórios que marcaram a sua infância.

Sem comentários:

Enviar um comentário